BAHIA: Governo presente cuida da gente

Programas: de 8 a 18 de dezembro

Programas: de 8 a 18 de dezembro

* Sexta-feira, 9/12 ao meio-dia, o grande programa é assistir ao jogo da seleção Brasil x Croácia na ‘‘Copa das zebras”. Ou ”Copa da revanche africana”. Ou simplesmente ”Copa da revanche’‘.


* Rio de Janeiro, num dos mais agradáveis locais da cidade e durante o próximo fim de semana – dias 10 e 11/12 – a Escola de Artes Visuais do Parque Lage abre as portas para celebrar o fim do ano letivo e compartilhar com o público parte do que ocorre nas salas de aulas dos seus cursos. Ótima oportunidade para entrar em contato com produções, poéticas, processos, metodologias e construções coletivas de professoras/es e de alunas/os e a arte nessa Ocupação EAV Parque Lage. A programação está aqui: http://eavparquelage.rj.gov.br/.


* Seguindo a novela distópica da negação à autoria da composição Roda Viva a Chico Buarque: o Dicionário Cravo Albin da MPB, acessado há 25 anos em todo o mundo e disponível em cerca de 50 idiomas, registra no verbete de Chico uma minuciosa biografia e sólida relação de muitas de suas composições musicais. Entre elas, Roda Viva, hoje considerado um clássico da obra do compositor e escritor carioca. Sugerimos uma olhada no dicionário. Especialmente à juíza desinformada.


* São vários os festivais neste final de 2022 após os anos sombrios de pandemia. O 1º Festival Internacional de Cinema de Humor, na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, é um deles e vai até o próximo dia 16. Traz comédias produzidas na Argentina, Espanha, Rússia, Ucrânia e Canadá entre os 18 países participantes. A programação dos curtas e dos longas-metragens está no site do eventoFINTCH – Festival Internacional de Cinema de Humor. Gratúito. 


* Outro programa atraente começa no sábado, dia 10/12. O Festival Projeta Quebrada promove artistas e empreendedores da periferia e é organizado pelo Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes. O evento traz o lançamento do documentário curta metragem Projeta Quebrada com histórias de empreendedores na cena periférica de São Paulo e mostra como os seus negócios impactam positivamente esses territórios. Há também oficinas culturais gratuitas e show do Rashid (@mcrashid), pocket shows do Projeto VielaAna Be e Artelheiro para animar a festa. No Centro de Formação Cultural da Cidade Tiradentes, Rua Inácio Monteiro, 6900/ Conjunto Habitacional Sitio Conceição, São Paulo. Das 12 às 20 horas.

* O Instituto Vladimir Herzog, Pardieiro Cultural e Sesc apresentam o 2º DH Fest — Festival de Cultura em Direitos Humanos para celebrar a Semana de Direitos Humanos que termina agora. A programação de filmes do festival traz 16 títulos, entre curtas e longas-metragens realizados entre os anos de 2001 e 2022, com exibições no CineSesc e disponibilização online na plataforma Sesc Digital.

* O princípio/conceito do Instituto: ”Manter a memória viva para construir caminhos futuros refletindo sobre o papel da arte e da cultura como caminhos de mobilização para a transformação da realidade”. Um encontro de comemoração e alívio para a população brasileira que começa a celebrar o amor e a esperança de um país justo, livre e democrático para todos e todas.

* Sugestão de leitura: desde a chegada do fascismo ao poder, há cem anos, a Itália é considerada laboratório que produz tendências políticas. É o que registra a crítica sobre o tema do livro Primeiro Eles Tomaram Roma: Como a Extrema Direita Conquistou a Itália após a Operação Mãos Limpas, do historiador David Broder, tradução de Aline Klein e prefácio de Marcelo Semer. Lançado aqui há poucos meses pela Editora Autonomia Literária.

* “O sentimento antipolítico que hoje se espalha no Ocidente surgiu não só na época de Donald Trump e do Brexit, mas na Itália um quarto de século antes”, escreve Broder. O livro é de 2020, antes de Giorgia Meloni se tornar primeira-ministra, mas mostra como sua vitória tem conexões com a Mãos Limpas. “A ascensão de Meloni não é uma ruptura repentina da ultradireita; é a continuidade de um processo em curso”, observa o autor.

* Dois recentes lançamentos literários que vale conferir na perspectiva atual de um novo mundo multipolar: Relatos da China e da Índia, de Abu Zayd al-Hasan al-Sirafi, tradução do professor Pedro Martins Criado. O volume é composto por dois livros, um do século 3 d.C. e outro do século 4 d.C. O primeiro, diário de bordo reunindo relatos de mercadores e marinheiros da rota marítima entre o Golfo Pérsico e Guangzhou, na China.

* Como ninguém é de ferro, programão de fim de semana: o Festival Mondial de la Bière 2022 na sua segunda edição, até o próximo domingo, dia 11/12. São 150 rótulos de cervejas artesanais apresentados e acompanhados de petiscos especiais. Na Marina da Glória, Av. Infante Dom Henrique S/N, no Rio de Janeiro. Ingressos à venda pelo site.

* No 33º aniversário do premio Nobel da Paz conferido ao Dalai Lama, lançamento do livro infantil A Vida extraordinária de Sua Santidade o Décimo Quarto Dalai Lama. Editora Palas Athenea em colaboração com a Tibet House Brasil.

* Lançado o livro Maria Yedda, formadora de gente, da jornalista e escritora Ana Arruda Callado. É o perfil de Maria Yedda Linhares, professora titular do Departamento de História do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ do qual foi professora emérita assim como professora da Universidade Federal Fluminense. Maria Yedda formou vários historiadores no campo da História Regional e da História Agrária do país, uma das razões que despertaram o interesse de Ana Arruda Callado pela trajetória da conceituada mestra; professora das mais respeitadas e uma mulher à frente do seu tempo. Da Editora Babel.

* Estréia cinematográfica de fim de ano, a comédia Perdido em Londres (Lost in London), roteiro e direção do ator Woody Harrelson, chega ao streaming no próximo dia 16. A idéia veio de uma experiência real, após uma noite passada por Harrelson no Soho, em Londres, quando quebrou um cinzeiro em um táxi, foi perseguido pela polícia e passou uma noite na cadeia. O longa foi filmado inteiramente em plano sequência e com uma só câmera. Na Claro Tv+ (antigo Claro Now), iTunes/Apple TV, Google Play/YouTube, Sky Play e Vivo Play.

* A 3ª Mostra Internacional de Cinema Virtual de São Paulo vai até 15 de dezembro. Como nas duas primeiras edições, os filmes estão disponíveis na plataforma de streaming e vídeo por demanda #CulturaEmCasa, administrada pelo grupo Amigos da Arte.

* E por fim, outro festival, esse no CCBB de Brasília. Além de sediar os trabalhos da transição de governo, o Centro Cultural Banco do Brasil vai hospedar o IX Festival Internacional Cinema e Transcendência. Tema deste ano: o sertão brasileiro mitológico, místico, poético, indígena, africano, mouro, ibérico, com suas lendas, festejos, coronéis, jagunços e cangaceiros. É o Brasil profundo este ano dialogando com Portugal; homenagem ao bicentenário da independência. Até 18 de dezembro, com filmes, palestras, shows, oficinas. Conferir aqui.

* Mais para a frente, de olho também na exposição Brasil do futuro: as formas de democracia que estará aberta ao público a partir da posse do Presidente Lula e se estenderá a todo mês de janeiro. No Museu da República, no Catete, RJ.

*As informações acima são fornecidas por editoras, produtoras e exibidoras.

(L.M.A.R.)

Leave comment