Imagem 1

Programas – de 11 a 19 de abril

Programas – de 11 a 19 de abril

*Triste final do Ramadã com crianças desnutridas e idosos e idosas morrendo de fome. Ao invés de buscar efetivamente negociações e não apenas emitir declarações eleitoreiras sobre cessar fogo, a comunidade internacional assina sua omissão e sua responsabilidade na chacina e tentativa de genocídio da população palestina da Faixa de Gaza por parte do estado de Israel. Lava as mãos e subscreve a possível ampliação das guerras com as quais países ditos civilizados se locupletam com gordos lucros no comércio de compra e venda de armamentos.

*Ziraldo é o grande homenageado desta semana na área cultural. A exposição sobre ele e o seu trabalho, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) no Rio de Janeiro irá até o próximo dia 13 de maio. Lembrando que O Menino Maluquinho e A Turma do Pererê foram duas de suas criações mais famosas. O Menino Maluquinho, personagem que surgiu nos anos 1980, foi inspirado no filho do autor e traduzido para o inglês, espanhol, basco, alemão e italiano com adaptações para cinema, teatro e televisão. O filme, com mesmo título, foi um grande sucesso de bilheteria.

*E o Canal Curta! está exibindo o doc Ziraldo – Era Uma Vez um Menino, de Fabrizia Pinto, dedicado à trajetória de seu pai e no qual se vê um dos quadrinhos mais célebres, de sua autoria: os vietcongs expulsando os super-heróis americanos do Vietnã. O filme é de Fabrizia com colaboração de Carlos Chaves e Tomaz Viola. Sessões: nesta sexta-feira (12/04), 00h30 e 14h30; dia 13, 12h30 e dia 14 às 22h00. Anunciado também no catálogo da Claro TV+ e Prime Video.

*O programa é ouvir o advogado-geral da União Jorge Messias que disse, esta semana: “Não podemos mais conviver em um mundo no qual bilionários com domicílio no exterior tenham controle de redes sociais e se coloquem em condições de violar o Estado de Direito, descumprindo ordens judiciais e ameaçando nossas autoridades. Messias se refere ao personagem farsesco e ensandecido, o qual, segundo matéria publicada no jornal Washington Post, semana passada, é usuário contumaz de cocaína, LSD e ketamina.

*Acaba de ser selecionado para o premio máximo do Festival de Cannes, a Palma de Ouro, de 14 a 25 de maio, o filme do festejado diretor cearense Karim Aïnouz, Motel Destino. Concorre com Coppola (Megalópolis) e com o grego Yórgos Lánthimos (Kinds of Kindness). Motel Destino é um thriller. Suspense erótico. É a segunda vez que Aïnouz entra na competição oficial.

*Ditadura, a cumplicidade da Volkswagen e a resistência dos trabalhadores é o título do fruto de importante trabalho da Associação Heinrich Plagge, agora em livro recém-lançado. O grupo dessa associação reúne perseguidos pela Volks que lutaram para o reconhecimento das violências cometidas pela empresa, na época, expostas e denunciadas no relatório da Comissão Nacional da Verdade. Na sua apresentação, a memória reavivada: “A Volks tinha aparato repressivo interno próprio e criado por um ex-comandante nazista. Além da vigilância sobre o trabalho, colaborou diretamente com o aparato ditatorial prendendo e até mesmo cedendo suas instalações para a tortura de empregados” (Editora Alameda).

*llustrado com obras de Candido Portinari, a ministra Cármen Lúcia, do STF, está lançando o volume Direitos de para todos, pela editora Bazar do Tempo. São 30 artigos da Declaração dos Direitos Humanos de 1948 e apresenta, para cada um, interpretações que mesclam história, ficção e um olhar humanista. A obra será lançada na Flipetrópolis, o Festival Literário Internacional de Petrópolis a ser realizado entre 1º e 5 de maio.

*Em São Paulo, sucesso a mostra Ocupação Maria Bethânia no Itaú Cultural, com filas para participação dos visitantes na instalação audiovisual Bethânia e as palavras. Localizada no 1º andar do prédio, a instalação tem capacidade para 60 lugares e é um vídeo em looping com duração de 80 minutos. A mostra festeja seis décadas de carreira da querida Bethânia e Bia Lessa é a curadora junto com a equipe do Itaú Cultural. Com entrada gratuita, a Ocupação Maria Bethânia fica em cartaz até 9 de junho, na sede do IC, na Avenida Paulista, 149.

*Nesta sexta, dia 12, às 12h30, Militares da democracia, os militares que disseram não, filme de Silvio Tendler, será exibido no campus Juiz de Fora do Instituto Federal Sudeste de Minas Gerais. A seguir, debate com o cineasta. O evento é organizado pelo Instituto Federal Sudeste de Minas Gerais e pela Associação Cultural Cine Fanon.

Veja Também:  Programas - de 16 a 24 de maio

*A fantasia e o sonho de uma faxineira estão no monólogo do personagem interpretado pela atriz Marcia do Valle em Uma Peça para Fellini, de Joaquim Vicente. Direção de Marcia do Valle e Cavi Borges.No saguão do cinema Estação NET Rio, em Botafogo, até 25 de junho, sextas e sábados, às 21h30.

*Grande iniciativa: o Espaço de Cinema Cavideo será inaugurado, no próximo dia 16, no Museu da Maré e terá quatro sessões semanais de filmes do acervo da empresa produtora, além de debates e oficina orientando como realizar e produzir filmes, ministrada pelo cineasta Cavi Borges. O objetivo é ampliar o acesso dos moradores do Complexo da Maré à arte e à cultura. A programação gratuita vai incluir sessões durante quatro meses (sempre às terças e quintas-feiras e em datas extras a serem anunciadas), debates, e oficinas. Os filmes serão escolhidos entre cerca de 350 produções do acervo da Cavideo, que nasceu como locadora, em 1997, e hoje é produtora de obras audiovisuais dirigida por Cavi Borges.

*De 20 de abril até 9 de junho, aos sábados e domingos, às 16h00, o Teatro Futuros, no Flamengo, apresenta o espetáculo infantil A história de Kafka e a boneca viajante, dirigido pelo ator e diretor Isaac Bernat. A dramaturgia é assinada pela atriz e pesquisadora Julia Bernat. O trabalho é sobre o crescimento infantil e a superação de perdas, e ressalta sentimentos de amor, amizade e confiança.

*O IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – está convidando técnicos e a sociedade em geral a participarem no Rio de Janeiro, de 29 de julho próximo até 2 de agosto, da Conferência Nacional dos Agentes Produtores e Usuários de Dados/Soberania Nacional em Geociências, Estatísticas e Dados: riscos e oportunidades do Brasil na Era Digital. Evento da maior importância. A ver detalhes clicando aqui.

*Aclamado romance de Itamar Vieira Junior, Torto arado foi nomeado finalista do prestigiado International Booker Prize com versão para o inglês de Johnny Lorenz, título de Crooked plow. O prêmio, que aponta as melhores obras traduzidas no Reino Unido, anunciou os finalistas no dia 9 último. “A história dos camponeses de Torto arado releva uma mistura de realismo mágico e social na região mais pobre do Brasil”, diz Eleanor Wachtel, presidente do International Booker Prize. A festa de entrega de prêmios está marcada para 21 de maio. Prêmio de 50 mil libras dividido entre autor e tradutor da obra.

*Torto arado já conquistou outros prêmios. O Leya (em português de Portugal), o Jabuti e o Oceanos, que é dedicado às literaturas lusófonas; e recebeu o prêmio francês Montluc Résistance et Liberté, versão para o francês de Jean-Marie Blas de Roblès com título de Charrue tordue.

*Publicado em 1964, durante a ditadura civil-militar, A Paixão Segundo G.H., de Clarice Lispector, está completando 60 anos de sua primeira edição. Agora, estreia o filme adaptado do livro por Melina Dalboni e dirigido por Luiz Fernando Carvalho, que mais uma vez se inspira na literatura. A história: após o fim de uma paixão amorosa, G. H., escultora, decide arrumar seu apartamento, começando pelo quarto de serviço. No dia anterior, a empregada pediu demissão. G. H. se vê diante de uma enorme barata que revela seu próprio horror diante do mundo, o reflexo de uma sociedade repleta de preconceitos – experiência que a faz questionar as convenções sociais. A protagonista é a atriz Maria Fernanda Candido.

*A exposição Uma Casa Toda Sua é inspirada no livro de Virginia Wolf, Um Teto Todo Seu, eacaba de ser inaugurada na Casa Museu Eva Klabin, na Avenida Epitácio Pessoa, Lagoa, Rio de Janeiro. Nela, os trabalhos de quatorze artistas mulheres independentes. Até o dia 23 de junho, de quarta a domingo, das 14h00 às 18h00. Entrada gratuita.

Tagged: , , , , , , , , ,