Imagem 1

“O regresso de Dilma Rousseff”, noticia o Público, de Portugal.

“O regresso de Dilma Rousseff”, noticia o Público, de Portugal.

“O regresso de Dilma Rousseff “, noticia o português Público. A ex-presidente do Brasil, destituída em 2016, viaja esta segunda-feira para Pequim para assumir a presidência do banco do BRICS (banco que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

https://www.publico.pt/2023/03/26/mundo/noticia/regresso-dilma-rousseff-2043907

Por Carmen Munari

Agências e jornais publicaram reportagens sobre tragédia em SP. NYTimes traz reportagem especial sobre a situação dos Yanomamis

Reportagem da Reuters traz os detalhes: No Brasil, uma professora morreu depois que um aluno de 13 anos a esfaqueou junto com outros três professores e dois colegas de uma escola pública na cidade de São Paulo, informou na segunda-feira o secretário estadual de Segurança Pública, Guilherme Derrite. O adolescente foi levado a uma delegacia de polícia para ser interrogado na companhia de seus pais. Os outros professores afetados não estão em risco e os ferimentos aos alunos foram menores, disse o secretário de Educação de São Paulo, Renato Feder, que acrescentou que um período de luto de três dias será declarado em homenagem à professora que morreu. Feder disse que é muito cedo para especular sobre o motivo do ataque e que a polícia vai investigar. Uma professora de educação física da escola prendeu o aluno, impedindo que ele ferisse outros. “Foi um ato heroico”, disse Derrite. “Foi ela quem prendeu o atacante e se certificou de que a faca lhe fosse retirada. Se não fosse a ação desta professora, esta tragédia certamente teria sido muito maior”, disse.

https://www.reuters.com/world/americas/brazilian-teen-stabs-teacher-death-wounds-five-others-school-2023-03-27/

“Adolescente apunhala fatalmente professora, ferimentos em cinco” é o título da Associated Press (AP). E segue o texto: Um estudante de 13 anos na maior cidade do Brasil esfaqueou fatalmente uma professora de 71 anos e feriu três professores e dois colegas de escola na segunda-feira em um ataque com faca em uma escola pública, disseram autoridades estaduais. As cinco vítimas feridas da escola Thomazia Montoro, em São Paulo, estavam no hospital em condições estáveis. O suspeito foi detido e a polícia militar do Estado está investigando. “Nossos esforços estão concentrados em ajudar os feridos e confortar os membros da família”, escreveu governador Tarcísio de Freitas nas mídias sociais. Um aluno que falou com repórteres ao lado de sua mãe fora da escola disse que o agressor havia insultado outro aluno na semana passada, e que a professora que ele esfaqueou fatalmente havia tentado resolver o conflito. O atacante havia chamado o outro aluno de “rato”, e “o outro não gostou e eles começaram a lutar”, disse Gabriel Livramento, 13 anos, que está na mesma turma que o suspeito.

https://apnews.com/article/brazil-school-attack-stabbing-student-detained-d8b9778897ca1e5038bcbaa23d706819

Também a mídia argentina cobriu o fato. O Clarín informa que professora morreu a facadas em escola de São Paulo. O garoto de 13 anos também feriu outros três professores e dois colegas de classe. Ele foi preso. A política está investigando se ele foi vítima de bullying.

https://www.clarin.com/mundo/brasil-alumno-mato-maestra-cuchillazos-escuela-san-pablo_0_dwH9a99ukh.html

No El Tiempo, da Colômbia: Tragédia no Brasil: adolescente mata professor, fere outros. Um adolescente de 13 anos matou uma professora com uma faca e feriu outras pessoas dentro de uma escola na cidade brasileira de São Paulo na segunda-feira, de acordo com o governo regional. O autor do ataque, que ocorreu na escola pública Thomazia Montoro, foi preso depois de ser reprimido por uma professora de educação física antes da chegada da polícia.

Veja Também:  Tragédia no RS mudou o paradigma da resposta aos desastres climáticos no Brasil, diz Lula

https://www.eltiempo.com/mundo/latinoamerica/brasil-adolescente-de-13-anos-mata-a-su-profesora-en-sao-paulo-753863

A cubana Prensa Latina informou que o ministro da Comunicação da Presidência da República, Paulo Pimenta, assegurou que o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva está se recuperando muito bem e nesta segunda-feira está fazendo um esforço para retomar sua agenda.

https://www.prensa-latina.cu/2023/03/27/gobierno-de-brasil-aseguro-que-lula-se-recupera-bien

O português Expresso noticia que nunca houve tantos médicos estrangeiros em Portugal: no final do ano passado estavam inscritos 4.503 clínicos na Ordem dos Médicos, cirando o jornal “Público” desta segunda-feira. O número de novos inscritos em cada ano acompanha esta tendência: em 2022 foram 222, enquanto nos quatro anos anteriores nunca passaram dos 173. A esmagadora maioria dos médicos estrangeiros que têm chegado a Portugal nos últimos anos vêm do Brasil, mas também de países da União Europeia, tal como Espanha, Itália, Ucrânia e Alemanha.

https://expresso.pt/sociedade/saude/2023-03-27-Nunca-houve-tantos-medicos-estrangeiros-em-Portugal-9c62e47b

“O regresso de Dilma Rousseff “, noticia o português Público. A ex-presidente do Brasil, destituída em 2016, viaja esta segunda-feira para Pequim para assumir a presidência do banco do BRICS (banco que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

https://www.publico.pt/2023/03/26/mundo/noticia/regresso-dilma-rousseff-2043907

O New York Times traz reportagem especial sobre os Yanomamis com o título: “O maior grupo indígena isolado da Amazônia está morrendo”. “A mineração ilegal tem conduzido uma crise humanitária para o grupo indígena Yanomami. O novo presidente do Brasil está tentando combater a situação. A mina de estanho ilegal era tão remota que, durante três anos, a enorme mina que havia aberto na floresta tropical amazônica passou quase despercebida. Assim, quando três misteriosos helicópteros recentemente sobrevoaram a área sem aviso prévio, os mineiros que ali viviam se refugiaram na selva. Quando a equipe especial das forças ambientais brasileiras chegou, os mineiros já estavam fora de vista, mas as duas grandes bombas da mina ainda vibravam na lama. Agentes federais começaram a pulverizar as máquinas com diesel. Nesta vasta faixa da Amazônia, uma explosão de mineração ilegal criou uma crise humanitária para o povo Yanomami, cortando seu suprimento de alimentos, espalhando a malária e, em alguns casos, ameaçando-o com violência, segundo cientistas e autoridades governamentais.

https://www.nytimes.com/2023/03/25/world/americas/brazil-amazon-indigenous-tribe.html

https://www.nytimes.com/es/2023/03/27/espanol/mineria-ilegal-brasil-yanomami.html

A Rússia não consegue obter na ONU inquérito sobre a explosão do Nord Stream, informa a Reuters. Na segunda-feira, a Rússia não conseguiu que o Conselho de Segurança das Nações Unidas solicitasse um inquérito independente sobre explosões em setembro nos gasodutos Nord Stream, ligando a Rússia e a Alemanha, que lançaram gás no Mar Báltico.  Somente Rússia, China e Brasil votaram a favor da resolução elaborada pela Rússia, enquanto os 12 membros restantes do conselho se abstiveram. Uma resolução precisa de pelo menos nove votos a favor e nenhum veto da Rússia, China, França, Estados Unidos ou Grã-Bretanha para ser aprovada.

https://www.reuters.com/world/europe/russia-fails-un-get-nord-stream-blast-inquiry-2023-03-27/

Tagged: ,

Leave comment