Economia vai crescer 2,5% ou mais em 2023, diz Lula

Economia vai crescer 2,5% ou mais em 2023, diz Lula

Crescimento de 0,56% em abril – o maior desde dezembro de 2013 – superou expectativas de economistas e analistas de mercado

Lula expressou otimismo em relação ao crescimento econômico do país, em uma entrevista de rádio em Goiás, nesta quinta-feira (15). De acordo com a agência de notícias cubana Prensa Latina, o presidente acredita que a economia do Brasil vai crescer 2,5%, talvez até um pouco mais, e não os 0,9% previsto pelo FMI, números que estão abaixo do previsto para os outros países da América Latina e Caribe.

Durante a entrevista, Lula também falou sobre a importância dos agricultores brasileiros cuidarem do meio ambiente para competirem no mercado internacional, e ressaltou que é fundamental proteger a Amazônia, mencionando que o Parlamento Francês não aprovará um acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia por causa do uso de pesticidas na agricultura brasileira. O presidente afirmou que preservar o meio ambiente é um valor adicional para as exportações agrícolas do Brasil e alertou sobre o desmatamento na Amazônia, dizendo que não é necessário derrubar mais árvores para criar gado ou plantar soja, sugerindo que o Brasil pode aumentar sua produção agrícola recuperando terras degradadas.

Segundo o site Brazilian Report, A economia brasileira teve a maior taxa mensal de crescimento nos últimos dez anos. De acordo com o índice de atividade econômica do Banco Central (IBC-Br), o crescimento em abril atingiu 0,56%, o avanço mensal mais significativo desde dezembro de 2013. A taxa superou as expectativas de economistas e analistas de mercado, que esperavam um crescimento de 0,2%, segundo uma pesquisa da Reuters.

Apesar da queda de 1,6% no setor de serviços em abril e da aparente inércia nos setores da indústria e do varejo, a economia ainda pode estar colhendo os efeitos positivos do impulso proporcionado pelo agronegócio nos primeiros meses do ano. Comparado a abril do ano passado, o índice IBC-Br registrou um crescimento de 3,31%.

Os resultados econômicos positivos chegam em um momento em que a inflação está em desaceleração, e o governo espera que essa conjuntura abra caminho para reduções nas taxas de juros de referência, que se mantêm em 13,75% desde agosto de 2022.

***

A agência Reuters informa que a Polícia Federal do Brasil encontrou um documento detalhado do planejamento de uma intervenção militar para impedir que o presidente Lula, eleito nas urnas em outubro de 2022, tomasse o poder. O documento que detalha o roteiro dessa trama, de acordo com a revista Veja, estava no telefone celular do tenente-coronel Mauro Cid, então assessor do ex-presidente Jair Bolsonaro.

O advogado de Cid, que está preso por suposta falsificação da carteira de vacinação de Bolsonaro contra a COVID-19, disse que seu cliente só irá se manifestar perante as autoridades judiciais.

Um documento semelhante, porém menos detalhado, foi encontrado em janeiro na casa do ex-ministro da Justiça Anderson Torres, fazendo parte de um conjunto crescente de evidências de que membros do círculo íntimo de Bolsonaro estavam buscando maneiras de bloquear Lula de assumir o cargo e retirar os poderes dos principais tribunais federais do Brasil.

O documento encontrado agora no celular Cid tem o título “Forças Armadas como poder moderador”, algo que se alinha perfeitamente com o que milhares de brasileiros cantavam em frente a dezenas de quartéis militares em todo o país durante aquelas semanas: “Forças Armadas, salvem a nação!”, escreve o espanhol El Mundo.

Durante meses, Bolsonaro incentivou a ideia de que o sistema de voto eletrônico permitia fraude, o que o levou a ser investigado judicialmente. Após a vitória apertada de Lula se concretizar, o presidente silenciou e nunca admitiu a derrota. Estados Unidos, as principais potências mundiais e países vizinhos rapidamente reconheceram a vitória de Lula para conter qualquer tentativa de Bolsonaro de ignorar o resultado.

*Imagem em destaque: (Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Tagged: , , , , , ,

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.