‘Economist’: Brasil volta à normalidade após 4 anos de ‘populismo mentiroso’ de Bolsonaro

‘Economist’: Brasil volta à normalidade após 4 anos de ‘populismo mentiroso’ de Bolsonaro

A revista britânica The Economist anunciou, na edição deste mês, sua escolha para o “País do Ano” de 2023, destacando três nações que retornaram à moderação após período turbulento. Os escolhidos foram Grécia, Polônia e Brasil, elogiados por abandonarem o “lado selvagem” de suas trajetórias recentes. No caso do Brasil, a publicação enfatiza a transição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), definido como de centro-esquerda, que assumiu o cargo após quatro anos de “populismo mentiroso” sob o governo de Jair Bolsonaro (PL).

A revista descreve o governo anterior como marcado por teorias conspiratórias, apoio a práticas ambientais prejudiciais e recusa em aceitar a derrota eleitoral, culminando nos eventos golpistas de 8 de janeiro deste ano.

A The Economist destaca que, sob a liderança de Lula, o Brasil rapidamente restaurou a normalidade e implementou medidas que reduziram o desmatamento na Amazônia em quase 50%, informa o site Sputnik. (leia aqui) O Brasil acabou perdendo o prêmio de “País do Ano”, dado à Grécia, por se aproximar dos presidentes Vladimir Putin e Nicolás Maduro, segundo a revista.

Economist (leia aqui)

A reportagem da revista circulou também nas redes sociais (aqui)

Na imagem, reprodução da ilustração original da reportagem da Economist sobre Brasil, Grécia e Polônia

Tagged: , ,

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.