Imagem 1

Lula aos ministros: “Parem de planejar e comecem a concretizar ações”

Lula aos ministros: “Parem de planejar e comecem a concretizar ações”

“Que a gente possa sair daqui com a certeza de que o governo já tem no papel e na cabeça tudo aquilo que vai fazer até ao dia 31 de dezembro de 2026”, disse o presidente Lula em reunião ministerial nesta quinta-feira (15). Ele também cobrou que ministros privilegiem a Secom em seus anúncios.

A reunião ministerial desta quinta-feira (15) já é notícia internacional. No português Correio da Manhã, a manchete: “Lula da Silva critica ministros e pede para parem de planejar e começarem a concretizar ações”. “A gente vai ter de começar a concretizar as propostas, porque daqui para a frente a gente vai ser proibido de ter novas ideias. A gente vai ter de cumprir aquilo que já teve capacidade de propor até agora. Que a gente possa sair daqui com a certeza de que o governo já tem no papel e na cabeça tudo aquilo que vai fazer até ao dia 31 de dezembro de 2026”.

Na reunião, destaca o jornal português, Lula também pediu aos ministros “que deixem de apresentar propostas e medidas isoladamente, como se fossem deles e não do governo, e privilegiem os anúncios através da Secom”. “Vamos ter, nesta reunião, uma discussão sobre a relação dos ministros com a Secom. É importante que a gente saiba que a gente pode fazer divulgação das coisas que a gente faz com muito mais profissionalismo se tiver um mínimo de educação de fazer as coisas coletivamente”, afirmou.

As declarações do presidente a um pool de rádios do estado de Goiás, e seu encontro com representantes dos setores varejistas, foi destaque da Reuters desta quinta-feira, um dia após a agência de classificação de risco S&P Global Ratings alterar a perspectiva de crédito para o país de “estável” para “positiva”, o que não acontecia desde 2019. Ecoando previsões otimistas de sua equipe econômica após um desempenho melhor do que o esperado no primeiro trimestre, Lula afirmou que o país crescerá pelo menos 2% neste ano e talvez até mais, destaca a reportagem. “Tenho certeza, você pode me chamar para outra entrevista no final do ano e eu vou te mostrar que o PIB cresceu e a economia brasileira se estabilizou”, garantiu aos jornalistas, aproveitando para criticar a alta dos juros de 13,75%.

Também continua circulando a fala do presidente ao jornalista Marcos Uchôa, em seu programa de estreia Conversa com o Presidente, na última terça-feira. O Nodal traz hoje densa cobertura do programa, apontando que “Lula disse estar satisfeito com o andamento do governo e com a ´reconstrução´ das políticas públicas, e que garantiu que com os incentivos ao emprego e ao consumo ´a economia está girando mais rápido´. A agência de notícias também destaca sua fala sobre o agronegócio. “Admitindo as divergências “ideológicas” com sua figura e que por isso é preciso ter “paciência, Lula também frisou que vai promover a reforma agrária e que “a coexistência entre o agronegócio e a agricultura familiar produtora de alimentos não é incompatível”. Veja o programa de estreia que terá periodicidade semanal.

The Brazilian Report chama a atenção para o encolhimento do setor de serviços no Brasil, “a espinha dorsal da economia brasileira”, em 1,6% de março a abril.  Nos 12 meses até abril, o crescimento ficou em 6,8%, reduzindo o ritmo de expansão de 7,3% em março, segundo o IBGE. “A leitura é baseada em amostras de receita bruta de empresas não financeiras. Responsável por mais de 70% do PIB do país, o setor de serviços vem crescendo rapidamente desde que o Brasil começou a suspender as restrições à Covid — tanto que, mesmo com a queda em abril, permanece 10,5% acima dos níveis de fevereiro de 2020, último mês antes do Pandemia atingiu o Brasil”, destaca a reportagem.

RELAÇÕES EXTERIORES

Na Pátria Latina, o cientista político uruguaio Nicolás Pose (Universidade da República) destaca que o Brasil voltou a ser uma “peça-chave do Mercosul”, e avalia que o retorno de Lula pode ter pesado na decisão comercial chinesa em relação aos uruguaios. “Ao preferir respeitar a política do Mercosul de negociação conjunta, em vez de negociar diretamente com os uruguaios, a China mostra que privilegia a relação política com os parceiros maiores, o que indica que o Brasil recuperou uma posição mais significativa no sistema regional, voltando ser uma peça-chave”, afirma. E complementa: “A direção da política comercial em particular e da política exterior adotada pelo Brasil, sem dúvidas acaba sendo muito importante para todos os membros do bloco, particularmente para países menores, como pode ser o caso do Uruguai ou de Paraguai”.

Veja Também:  Docentes de universidades federais iniciam semana de luta em Brasília

No sul-africano IOL, a notícia da apreensão de mais de US$ 125 milhões em ativos pertencentes a quatro empresas brasileiras – ARG, Zagope, OAS e GE – que operam na Guiné Equatorial. A medida é uma retaliação após a Polícia Federal ter apreendido, em 2018, US$ 16 milhões em dinheiro e joias das malas de uma delegação daquele país que acompanhou o vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema Mangue, em sua viagem ao Brasil. A delegação não estava em visita oficial e apenas Teodorin (o filho do presidente da Guiné Equatorial) tinha imunidade diplomática. “”Os demais tiveram suas bagagens inspecionadas. Segundo a Justiça de Malabo, “o episódio incorreu em danos de 80 bilhões de CFA (US$ 125 milhões) agora compensados pela ´apreensão de ativos´ das construtoras brasileiras”.

MEIO AMBIENTE

No Le Parisien, uma reportagem sobre como o Brasil vem rastreando por meio de satélites o desmatamento ilegal na Amazônia. Sob o título “O Brasil retoma o combate ao desmatamento na Amazônia”, o texto destaca que o desmatamento caiu 31% nos primeiros cinco meses do governo Lula, de janeiro a maio, em relação ao mesmo período de 2022, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), e mostra como isso está acontecendo.

“Graças ao mapeamento do desmatamento feito pelo INPE, as autoridades podem identificar áreas desmatadas ilegalmente e, assim, aplicar multas. Em campo, o uso de drones permite que a Polícia Federal localize as áreas afetadas”. O portal francês também salienta que no último dia 5, o presidente Lula apresentou um novo plano para combater o desmatamento ilegal na Amazônia, “uma das prioridades de seu governo desde que voltou ao poder”. “Houve mais multas concedidas a propriedades que desmataram ilegalmente nos últimos seis meses do que nos últimos quatro anos”, detalha Tasso Azevedo do INPE.

Já na AFP News Agency, há uma breve reportagem (vídeo) sobre a extração de lítio, mineral usado nas baterias dos carros elétricos, no Vale do Jequitinhonha no Brasil.

EXTREMA-DIREITA

Bolsonaro ainda é notícia no português Jornal de Notícias, que traz o bloqueio pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo de 87.400 reais (16.800 euros) pelo não pagamento de multa aplicada durante a pandemia da Covid-19, quando ele recusou a usar máscaras faciais durante visitas às cidades de Iporanga e El Dorado, no interior paulista, em 2021. Outras multas lhe guardam e pelo mesmo motivo, num total de 431 mil reais (82.884 euros), afirma o jornal português.

Já sobre suas falsas alegações de “fraude eleitoral”, o site The Brazilian Report traz extensa reportagem sobre o estudo de pesquisadores da Mozilla, Instituto Vero e Exeter University sobre como o algoritmo de recomendação do YouTube pode ter sido uma arma fundamental para a extrema-direita bombardear o discurso público com desinformação, observando as percepções dos usuários brasileiros na rede social.

JUSTIÇA

Nesta quarta-feira (14), após a comoção provocada pela divulgação dos áudios que serviram de base para a justiça italiana condenar o ex-jogador Robinho pelo estupro coletivo de uma jovem de 22 anos, em janeiro de 2013, finalmente, o Supremo Tribunal Justiça anunciou que dará andamento ao caso, a partir do 2 de agosto, quando analisará o pedido do governo italiano para que o ex-jogador cumpra a pena em um presídio brasileiro. Após ser condenado em última instância a nove anos de prisão, Robinho fugiu para o Brasil onde vive impune desde então. Frases como “A gente vai dar um soco na cara dela” ou “eu vi o Rudney rangando ela e os outros caras rangando ela” promoveram imensa comoção nas redes sociais no país, conforme divulga a agência de notícias norte-americana AP News. A jovem estava embriagada, como o próprio estuprador confessa nos áudios. Nunca é demais lembrar que no Brasil, a cada minuto, duas mulheres são estupradas.

Por fim, uma boa notícia, também no futebol. A atacante brasileiro Vinicius Jr liderará um comitê antirracismo especial da Fifa, formado por jogadores que irão propor punições mais rígidas para o crime de racismo. É o que conta o presidente da instituição, Gianni Infantino à Reuters nesta quinta-feira. “Não haverá mais futebol com racismo. Os jogos devem ser interrompidos imediatamente quando isso acontecer. Já chega”, afirmou.

Tagged:

Leave comment