Operação do governo Lula repatriou 916 brasileiros de Israel

Operação do governo Lula repatriou 916 brasileiros de Israel

A agência cubana Prensa Latina detalha a operação do governo brasileiro que repatriou 916 cidadãos na chamada Operação Retorno em Paz do conflito israelense. “Com um novo voo partindo de Tel Aviv na quarta-feira (18/10), mais de 1.100 brasileiros terão sido repatriados”, informa nota do Ministério das Relações Exteriores citada pela reportagem. Outros brasileiros saíram e continuam saindo de Israel em voos comerciais. O ministério informa ainda que um grupo de cerca de 30 brasileiros e seus familiares aguardam a retirada da Faixa de Gaza e permanecem concentrados nas cidades de Khan Younis e Rafah, perto da fronteira com o Egito.

Outra nota da mesma agência afirma que a diplomacia brasileira está trabalhando para votar, ainda nesta segunda-feira, uma resolução no Conselho de Segurança da ONU que determinaria a criação de um corredor humanitário na Faixa de Gaza. O Brasil está na presidência rotativa do conselho. De acordo com o portal G1, essa rota seria usada para tirar estrangeiros, mulheres, idosos e crianças da região, que é governada pela ala militar do movimento Hamas e alvo de retaliação israelense após os bombardeios da semana passada.

No domingo (15/10), por iniciativa do Itamaraty, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, manteve uma conversa telefônica com o ministro Mauro Vieira, informou a chancelaria russa. O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse em um comunicado que “houve uma troca de opiniões sobre a situação atual na zona de conflito israelense-palestina e possíveis medidas adicionais para diminuir a escalada”. Os dois diplomatas insistiram na “necessidade urgente de garantir a proteção dos civis e evitar que a crise se espalhe para outros países da região”, informa a venezuelana TeleSur.

O argentino Página 12 traz artigo do jornalista Eric Nepomuceno com o título “Brasil acompanha de perto a situação em Gaza”. Menciona o esforço do governo para trazer os brasileiros de Israel e cita a criminalidade no Rio e na Bahia.  “O crime se alastrou rapidamente diante de uma força policial tão violenta e ineficiente quanto corrupta, um sistema judiciário cuja velocidade é comparável à de uma tartaruga, prisões superlotadas que são escolas da mais alta eficiência no treinamento de criminosos.”

Amazonas

O nível de água em um dos principais portos fluviais da floresta amazônica brasileira atingiu seu ponto mais baixo em pelo menos 121 anos nesta segunda-feira, enquanto uma seca histórica prejudica a vida de centenas de milhares de pessoas e danifica o ecossistema da selva. A rápida secagem dos afluentes do poderoso rio Amazonas deixou barcos encalhados, cortando o fornecimento de alimentos e água para vilarejos remotos na selva, enquanto as altas temperaturas da água são suspeitas de matar mais de 100 botos ameaçados de extinção. O porto de Manaus, a cidade mais populosa da região, localizada onde o rio Negro encontra o rio Amazonas, registrou um nível de água de 13,59 metros (44,6 pés) na segunda-feira, de acordo com seu site. Esse é o nível mais baixo desde que os registros começaram a ser feitos em 1902, superando o nível mais baixo de todos os tempos registrado em 2010, informa a Reuters.

Veja Também:  Lula lança programa de crédito e renegociação de dívidas de micro e pequenas empresas

The Guardian publicou a reportagem sobre a seca no Amazonas da Reuters

Juro e inflação

A taxa anual de juros Selic vai continuar caindo 0,50%. Houve unanimidade na última decisão política do Banco Central do Brasil de que um ritmo de redução da taxa de juros de 50 pontos-base seria adequado para as próximas reuniões, disse o diretor de relações institucionais do banco, Mauricio Moura, nesta segunda-feira. “Votei na última reunião a favor de uma redução de 50 pontos-base e fiz parte da posição unânime do comitê de que esse ritmo seria o mais adequado para as próximas reuniões”, disse Moura quando perguntado sobre uma possível mudança de ritmo.

A publicação Brazilian Report informa que pela primeira vez nas pesquisas semanais do Banco Central as previsões de inflação para 2023 dos analistas de mercado atingiram a banda da meta do governo – com a previsão mediana em 4,75% e o limite superior da banda abaixo dos 4,86% da semana anterior. A meta de inflação do Brasil de 3,25%, com uma faixa de tolerância de ±1,25%, é definida pelo Conselho Monetário Nacional. Essas previsões são monitoradas de perto pelas instituições financeiras, pois podem influenciar as decisões tomadas pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central.

Ilustração: Brasileiros chegam ao Brasil repatriados pelo governo de Israel / Joédson Alves/Agência Brasil/Divulgação

Tagged: , , , ,

Leave comment