Imagem 1

Diálogo Amsur: Governo Lula, força política e instabilidade, com Genoino, Maringoni e Bruno W. Reis. Assista ao vídeo.

Diálogo Amsur: Governo Lula, força política e instabilidade, com Genoino, Maringoni  e Bruno W. Reis. Assista ao vídeo.

Diálogo AMSUR

Parceria: Fórum 21, Fórum Permanente da Intelectualidade Orgânica e Rede Estação Democracia

Governo Lula – Força Política e Instabilidade

Evento realizado em 26 de junho.

Após governos que criaram bases sociais e populares, desenvolveram políticas de afirmação nacional e ganharam forte notoriedade internacional, sedimentou-se um processo de seu desmonte, com fortes campanhas de desgaste e desconstrução, que culminaram com o impeachment da Presidenta Dilma, a prisão de Lula, um golpe de estado e a eleição de um governo de extrema direita. Em 2022 foi possível conquistar-se uma retomada – bastante apertada, é verdade – da Presidência da República, novamente com Lula, mas que não foi secundada por uma correlação de forças, parlamentar, institucional e social que respalde a proposta de retomada de rumos para o País. O Governo Lula que se desenhou ganhou o caráter de impulso a uma transição entre o ciclo político que se derrotou e um novo ciclo que ainda não está desenhado. Alguns desafios, nesse sentido, estão colocados para este terceiro Governo Lula, entre eles os de, simultaneamente, dar contornos a uma correlação de forças que leve a um novo ciclo político e transitar para o mesmo. A transição para um novo ciclo, assim, será obrigatoriamente negociada e disputada.

A correlação de forças, nesse quadro de disputas, não está conformada em uma governabilidade suficientemente tranquila que estabilize a disputa e transite para o novo ciclo político que se deve desfraldar. Como explicar os contornos do funcionamento do atual Congresso Nacional? Como desenvolver uma correlação favorável ao atual Governo Lula? Como explicar e enfrentar o poder de barganha e chantagem que o chamado Centrão exerce, ao se consolidar como o componente necessário à conformação de maiorias parlamentares? Como desenvolver o processo político, num futuro próximo, para a busca de uma governabilidade mais estável para a condução da transição política necessária?

Veja Também:  Brasil no pódio da taxa de juros

Para conversarmos sobre essa difícil situação, contaremos com as contribuições de:

José Genoíno, ex-Deputado Federal por vários mandatos, inclusi9ve Deputado Constituinte, ex-Presidente Nacional do Partido dos Trabalhadores

Bruno Pinheiro Wanderley Reis, cientista político, professor e, atualmente, diretor da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG

Gilberto Maringoni, Doutor em História Social pela FFLCH da Universidade de São Paulo e Professor da UFABC, na área de Relações Internacionais

Tagged: , , , , ,

Leave comment