Imagem 1

Tag: COPOM

Os argumentos do Banco Central não são convincentes

“Por que o BC insiste tanto na política de juros altos? É possível justificá-la?”

Leia mais

Os juros brasileiros continuam estratosféricos (assista ao vídeo)

Copom mantém juros absurdos, com taxas reais entre as maiores do mundo, senão a mais alta do mundo.

Leia mais

O COPOM e a redução lenta da SELIC

A SELIC nas alturas provoca um aumento das despesas governamentais. Afinal, ela é a referência básica para o custo da dívida pública e do volume de despesas financeiras do governo. Ao longo dos últimos 12 meses, o volume de recursos para o pagamento de juros da dívida pública atingiu R$ 720 bilhões, uma cifra jamais antes atingida.

Leia mais

A meta fiscal zero e os juros

Quanto mais o governo demorar para reconhecer o equívoco de ter mantido a meta zero, maior será o preço cobrado pelo centrão e pelo fisiologismo para promover a correção

Leia mais

O Copom e a Selic

Primeiro ano de Lula 3.0: apesar dos inúmeros aspectos positivos que os balanços apresentam, o fato é que na política econômica muito pouco foi feito para criar as bases de um projeto de desenvolvimento.

Leia mais

Copom: Selic segue nas alturas

Mesmo com a possível queda de 2% até o final do ano, a SELIC continuaria em um patamar muito elevado. A diretoria bolsonarista do BC não tem legitimidade para seguir criando obstáculos à implementação do programa de um Presidente da República eleito pela maioria

Leia mais

Copom, Selic e o bode na sala

O recuo de meio ponto percentual acordado pelo COPOM está longe de resolver os aspectos mais cruciais de uma política monetária que sirva aos verdadeiros interesses do Brasil e não apenas os desejos de uma minoria que se beneficia do rentismo parasitário

Leia mais

Redução de juro no topo das apostas, primeira em 3 anos

Nesta semana, todas as atenções estarão voltadas para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central que tem início na terça-feira (01/08) e anúncio da decisão sobre a taxa de juros básica da economia na quarta-feira (02/08).

Leia mais

Financês reducionista das atas do COPOM

Um dos desafios intelectuais dos formuladores de política monetária seria a estimação da hipotética “taxa de juros de equilíbrio”. Resta saber se os membros do COPOM só cometem o autoengano ou enganam além da turma do “me engana porque eu gosto”

Leia mais