Programas – de 20 a 27 de outubro

Programas – de 20 a 27 de outubro

*Manifestações populares de resistência palestina à ocupação e ataques a Gaza e ao morticínio que o estado de Israel vem promovendo com o aval do atual governo norte-americano: ontem, dia 19, o Ato em Solidariedade do Povo Palestino, na Cinelândia, Rio de Janeiro. Também ontem, no campus São Bernardo Campo da UFABC, bloco Alfa, ato Ocupação Colonial e Genocídio na Palestina.

*Novo livro da Editora Tabla: A ocupación dos Territórios – Testemuños de soldados israelitas 2000-2010. Objetivo: dar a conhecer à opinião pública como funciona na realidade a ocupação da Palestina e uma resposta à abordagem enviesada da grande mídia que insiste em ocultar a existência e a resistência palestinas.

*Conteúdo liberado on-line e gratuito do livro Dez mitos sobre Israel, autoria do historiador Ilan Pappe. Acesso à plataforma de livros digitais de sua preferência – Google Play, Kobo, Amazon, iBooks – e verá o e-book disponível até o dia 31/10.

*”A crise de hoje no Oriente médio chega como escombro das últimas guerras do mundo ocidental, e se insere no jogo da disputa geopolítica das últimas décadas – a mudança de guarda. E mais se acirra quanto mais os EUA desconfiam da fatalidade cíclica de sua decadência, que, no entanto, cobrará ainda muitas guerras até seu desfecho, que pode ser ou não o temido armagedon”. A refletir, este trecho do texto produzido pelo ex-Ministro da Ciência e Tecnologia e cientista político Roberto Amaral, O Holocausto Palestino – da Nakba a Gaza.

*O grande Banijay, o maior conglomerado de conteúdo independente do mundo, está divulgando no Brasil, o Banijay Launch, projeto mundial que convida todas as mulheres a inscreverem seus roteiros, ideias, projetos de não ficção para participarem de uma seleção. O objetivo é ajudá-las no desenvolvimento de novos formatos desde o conceito até a venda. As brasileiras podem inscrever seus projetos autorais no link abaixo e enviar roteiros de não ficção escritos em português. https://www.banijaylaunch.com/.

*Dirigido por Leandro Goddinho, o filme Telas cobre tema importante: questiona como o ativismo digital pode transformar o mundo. Conta com depoimentos de influenciadores digitais brasileiros e estreou esta semana na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo que vai até 01 de novembro em cinemas da cidade. São três sessões durante o evento: dia 23 de outubro, Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca, às 21h40; dia 25 de outubro, Espaço Itaú de Cinema Augusta Anexo, às 15h30; e dia 1º de novembro, no Cineclube Cortina, às 18h30.

*Telas observa nove influenciadores digitais brasileiros enfrentando o isolamento e fazendo das redes sociais plataformas para que suas vozes sejam ouvidas pelo mundo. O doc vai além desse retrato e questiona: é possível transformar o mundo a partir das telas dos nossos celulares e computadores?

*A Universidade de São Paulo – USP, em parceria com uma série de universidades brasileiras e estrangeiras realizou o curso Brasil e Palestina: fontes de identificação (Brazil and Palestine: sources of identification). As aulas foram ministradas por professores de universidades palestinas ou da região, em suas áreas de pesquisa e reflexão. Curso completo no Youtube.

*Escrevendo a Palestina é o título do blog com todos os textos que tratam da Faixa de Gaza e daquela região para além da cobertura da mídia: acesse a lista aqui.

*Gaza, terra da poesia é o projeto coletivo com o objetivo de divulgar a rica produção cultural e literária de Gaza. Na introdução do livro, os editores da edição brasileira, Michel Sleiman e Safa Jubran escrevem: “Volume de poemas raro, uma flor milagrosa aberta em terra dura, livro testemunho da vida palpitante e em curso nas mazelas dos tempos de guerra”. Escrito por pessoas nascidas no exílio e por aquelas que vivem ainda a realidade do cerco, na estreita faixa de terra disposta entre um mar bloqueado e duas fronteiras hostis”. Para conferir conversas, poemas, leituras e muito mais sobre Gaza, terra da poesia acesse o YouTube aqui.

Veja Também:  Tudo se encaixa: Os movimentos recentes da extrema-direita brasileira com os EUA

*A Fé e o Fuzil: Crime e religião no Brasil do século XXI (Editora  Todavia/2023) é o mais recente livro de Bruno Paes Manso, autor do festejado A República das Milícias. Leitura obrigatória.

*Durante a Semana de Economia da PUC-SP, lançamento importante: livro Carlos Lessa, o Passado e o Futuro do Brasil com palestras de Cesar Locatelli e Fernando Nogueira da Costa, da Associação Brasileira de Economistas Pela Democracia. Dia 25 a partir das 17h30 na PUC-SP, uma homenagem ao economista Carlos Lessa. Imperdível.

*O Canal Brasil abre espaço, no próximo dia 22, para uma programação dedicada ao cineasta e diretor Nelson Pereira dos Santos, que então completaria 95 anos. Serão exibidos três longas dirigidos por ele: o filme semi-documental Rio, 40 Graus, eVidas Secase Memórias do cárcere.

*Rio, 40 Graus, primeiro longa de Nelson, é um rico panorama do Rio de Janeiro. Acompanha as vidas de cinco meninos moradores de comunidades que vendem amendoim pela capital fluminense. O filme é reconhecido como inspiração para o Cinema Novo.

 *O Instituto Italiano de Cultura de São Paulo vai abrigar uma exposição de 24 telas com imagens de autoria de Michelangelo Antonioni. Entre 23 de outubro e 17 de novembro, na av. Higienópolis, 436, com entrada franca, e mediante agendamento.

*Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Estudos Judaicos e Árabes do Departamento de Letras Orientais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (USP) por Clóvis Gomes de Oliveira apresentando aspectos da poesia de Mahmud Darwich no seu livro Bodas e propondo a tradução, do árabe ao português, do livro A’rãs de autoria do poeta nacional palestino.

*Vem aí nas telonas dos cinemas, dia 26, o filme de animação sobre a bossa nova, Atiraram no Pianista, de Fernando Trueba. Homenagem ao aniversário de Vinícius de Moraes que teria completado 110 anos no último dia 19.

*Ótima notícia: logo após o início do Festival de Cinema Italiano no Brasil, dia 31, a partir de 8 de novembro, 19 obras primas do período de ouro do cinema peninsular serão reapresentadas no Auditório Oscar Niemeyer do Parque Ibirapuera e em outros cinemas de várias cidades brasileiras, gratuitamente, até 9 de dezembro.

*Algumas das obras clássicas que se encontram nessa programação de ouro: A Trapaça (Il Bidone, 1955), de Fellini; de Mario Monicelli, Brancaleone nas Cruzadas (Brancaleone alle Crociate, 1970) e Parente É Serpente (Parenti Serpenti, 1992); e de Lina Wertmüller, Mimi, o Metalúrgico, (Mimí Metarllugico, Ferito Nel Onore, 1972) e Por um Destino Insólito (Travolti da un Insolito Destino nell’Azzurro Mare d’Agosto, 1974).

 (L.M.A.R.)

*As informações acima são fornecidas por editoras, produtoras e exibidoras

Tagged: , , , , , ,

Leave comment