Imagem 1

Parque Aeroespacial fará do Nordeste um centro difusor de tecnologias avançadas

Parque Aeroespacial fará do Nordeste um centro difusor de tecnologias avançadas

Assinado nesta quinta-feira (18), o acordo de construção do Parque Tecnológico Aeroespacial em Salvador, na Bahia, marca o ingresso do país no setor aeroespacial e abre perspectivas até então inéditas para a região.

POR TATIANA CARLOTTI

Foi assinado nesta quinta-feira (18), um acordo entre o governo federal, o governo da Bahia e o Senai Cimatec que prevê, até o primeiro semestre de 2025, a construção do Parque Tecnológico Aeroespacial em Salvador, na Bahia. A empreitada marca o ingresso do país no setor aeroespacial e prevê R$ 650 milhões em investimentos, e um “valor equivalente” em equipamentos e laboratórios, conforme anunciado desde ontem na Prensa Latina.

Durante o evento na capital baiana, hoje à tarde, o presidente ressaltou a importância da educação e da tecnologia. Mais tarde, publicou nas redes sociais que “construir um Parque Tecnológico Aeroespacial em Salvador significa descentralizar a pesquisa e o desenvolvimento de uma indústria de ponta. Significa fazer do Nordeste um centro difusor de tecnologias avançadas para o Brasil e o mundo. Significa mais e melhores empregos”.

O Parque Tecnológico fará pesquisas de ponta nas áreas de sistemas avançados de voo e de controle de tráfego aéreo; sistemas de engenharia aeroespacial, novas tecnologias de energia e propulsão e cibersegurança aeroespacial. Luciana Santos, ministra de Ciência e Tecnologia, informou que o primeiro projeto a ser desenvolvido será a criação de um sistema de Drone no país. A expectativa é de que o Parque comece a funcionar no próximo ano, com a entrada em operação da pista e do pátio de aeronaves.

Trata-se, como informa o site do governo da Bahia, do primeiro parque aeroespacial do Nordeste e segundo do Brasil, o outro fica em São José dos Campos. “Temos a certeza de que a nossa base universitária precisa ser ainda dinamizada. Por isso, a gente repete que foi preciso ter um presidente com as características de Lula para termos um parque de oferta da educação superior como temos hoje na Bahia”, apontou o governador Jerônimo Rodrigues (BA).

Após visitar 24 países em 2023, Lula começou pela Bahia o roteiro de viagens pelo Brasil. Agora, ele segue para Pernambuco e Ceará, informa a Agência Brasil.

SUBMARINO E FERROVIAS

Na esteira dos avanços científicos e tecnológicos, duas reportagens especiais produzidas na Sputnik Brasil informam sobre dois projetos do governo, com a análise de especialistas da sociedade civil. A primeira reportagem da Sputink, de Melissa Rocha e Rennan Rebello, entrevista especialistas em assuntos militares, questionando por que o submarino nuclear brasileiro causa tanto temor em países da ONU e quais as chances de o projeto brasileiro não obter o aval da organização.

A segunda, de Davi Carlos Acácio, aborda o planejamento ferroviário no país: “Quase 100 anos com a mesma malha ferroviária: como o Brasil pode avançar e tornar o modal um marco?”, questiona o título da matéria, apontando que o governo federal trata o investimento no transporte rodoviário como prioridade para este ano de 2024. “Conforme o Ministério dos Transportes, a previsão é de investimentos na casa dos R$ 94,2 bilhões (R$ 6 bilhões em recursos públicos e R$ 88,2 bilhões em investimento privado) até 2026 a partir do novo PAC para ampliar a malha ferroviária no país”.

TRAGÉDIA NO SUL e SUDESTE

O mexicano La Jornada destaca as 14 mortes e as dezenas de pessoas que ficaram feridas devido às chuvas nas regiões Sul e Sudeste do Brasil. Apenas no Rio de Janeiro, foram 13 mortes e dois desaparecimentos. Até agora, mais 9 mil pessoas foram deslocadas, 300 perderam suas casas e 15 mil foram afetadas pelas chuvas. As fortes chuvas também afetaram a Bolívia, onde cinco pessoas morreram e 900 famílias foram deslocadas.

CHINA E BRASIL

A Reuters destaca o encontro entre o presidente Lula com o ministro das Relações Exteriores da China Wang Yi nesta sexta-feira (19). Após uma turnê por nações africanas, Brasil e Jamaica, Wang Yi se encontra em Brasília para dois dias de reuniões. Maior mercado de exportação do Brasil, principalmente para soja e minério de ferro, a China e as empresas chinesas planejam aumentar seus investimentos, abrangendo os setores de transmissão de energia, petróleo e veículos elétricos. Também é esperado que o Brasil reafirme sua posição sobre Taiwan, considerando-o parte integrante da China. Confira também neste Fórum 21 a resenha de Ladislau Dowbor do livro The New China Playbook (ainda sem tradução no Braisl), da economista chinesa Keyu Jin.

INTENTONA GOLPISTA

No escopo da 24ª fase da Operação Lesa Pátria, que investiga os responsáveis por planejar, financiar e incitar a intentona de 8 de janeiro, a Polícia Federal cumpriu, nesta quinta-feira (18), dez mandados de busca e apreensão.

Veja Também:  "Não vou permitir que esse país volte a ser governado por um negacionista", afirma Lula sobre 2026

Entre eles, está mandando de busca (não ainda de prisão) do deputado Carlos Jordy (PL), “um aliado fervoroso de Bolsonaro de extrema-direita, que atualmente lidera a oposição na Câmara dos Deputados, representando o estado do Rio de Janeiro como membro do Partido Liberal (PL) de Bolsonaro”, como o apresenta a Reuters.

Já o português Correio da Manhã, aponta que “muito ativo nas redes sociais, Carlos Jordy é um dos expoentes da ala mais radical de seguidores do ex-presidente Jair Bolsonaro, [e] tem como um dos alvos preferidos dos seus ataques o juiz Alexandre de Moraes, que autorizou a ação desta quinta-feira e a quem já chamou de “vagabundo”, e o próprio STF”.

Solicitado pela Polícia Federal (PF) e aprovado pela Procuradoria-Geral da República (PGR), os mandatos foram autorizados por Moraes. Entre eles, também consta o suplente de vereador Carlos Victor de Carvalho, apontado como líder de extrema direita em Campos dos Goytacazes. A PGR aponta forte ligação entre Jordy e Carvalho, inclusive na organização dos bloqueios de estradas federais durante a eleição em novembro, que “podem ter sido momentos preparatórios para a destruição do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto e do Supremo Tribunal Federal (Supremo Tribunal Federal)”, destaca El Diário argentino.

PRIMEIRO ANO DE GOVERNO

Na BBC News Mundo, reportagem de Gerardo Lissardy tenta responder “Por que Lula não conseguiu recuperar a liderança e a influência que teve na América Latina em seus primeiros mandatos?”. Segundo o texto, “o cenário geopolítico mudou, e o mundo está mais complexo, tornando mais difícil para Lula alcançar o que fez com relativa facilidade nos anos 2000″.

IANOMÂMIS

Reportagem e ensaio fotográfico de Ueslei Marcelino, divulgado hoje na Reuters, sobre os garimpeiros e os povos Ianomâmis, traz apelo de agentes do Ibama que denunciam novos ataques e reclamam da redução das operações militares na região. “A Força Aérea não impôs uma zona de exclusão aérea, apesar de ter sido ordenada por Lula em abril, enquanto a Marinha não está fazendo o suficiente para bloquear os rios que são o principal acesso dos mineiros para máquinas e suprimentos, disseram três funcionários do Ibama”.

“Na semana passada, o governo Lula prometeu 1,2 bilhão de reais (US$ 245 milhões) em esforços de segurança e assistência aos Yanomami, e o Diretor-Geral da Polícia Federal, Andrei Rodrigues, disse que o governo do Brasil deve dedicar todo o seu peso na defesa do povo indígena. Ontem, a Polícia Federal anunciou o início de uma nova operação no território Yanomami e afirmou que contará com o apoio das Forças Armadas”, aponta a reportagem.

MERCADO

As estimativas da soja brasileira fugiram muito da realidade?, é o que questiona a analisa econômica Karen Braun, também na Reuters, destacando a incerteza em torno das estimativas devido às condições climáticas, a produção e demanda chinesa. Tanto o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), quanto o seu equivalente brasileiro, a Conab, diminuíram significativamente suas previsões para a safra brasileira de soja de 2023-24 na semana passada: o USDA estimando em 157 milhões de toneladas e a Conab em 155,3 milhões.

Nota divulgada pelo Instituto Agrícola Colombiano (ICA), divulgada na Prensa Latina, destaca abertura do mercado brasileiro para as flores da Colômbia “Protea spp”, uma espécie exótica, com cores vivas e formato marcante. “O Brasil é o segundo maior consumidor de flores da América Latina, com uma demanda anual de cerca de um bilhão de dólares”, aponta o texto.

MORTE NO RIO

O britânico The Guardian traz em sua edição de hoje uma reportagem sobre a prisão nesta quarta-feira, em Uberaba (MG) do possível assassino do negociante de arte norte-americano, Brent Sikkema, coproprietário da Sikkema Jenkins & Co que expõe na 22nd Street, em Nova York, artistas como Jeffrey Gibson, Arturo Herrera, Sheila Hicks, Vik Muniz, Kara Walker entre outros. Ele foi encontrado morto, com 18 facadas, em seu apartamento no Rio de Janeiro. A polícia trabalha com a hipótese de “roubo que leva a homicídio”.


Lançamento do acordo de construção do Parque Tecnológico Aeroespacial da Brasil, em Salvador. Foto: Ricardo Stuckert/PR.

Leave comment