Imagem 1

PROGRAMAS 18 de maio

PROGRAMAS 18 de maio

De olho esta semana nos 21 filmes apresentados no Festival de Cinema de Cannes até o dia 27. O Brasil está na corrida pela Palma de Ouro com Firebrand (imagem acima), primeira ficção em língua inglesa do cearense Karim Aïnouz. Ele é autor do excelente A Vida Invisível, premiado em Cannes em 2019.

* De olho, esta semana nos 21 filmes apresentados no Festival de Cinema de Cannes até o dia 27, os quais, em breve, nós estimamos, serão exibidos nas nossas telas. O Brasil está na corrida pelo prêmio maior, a Palma de Ouro, com Firebrand, primeira ficção em língua inglesa do cearense Karim Aïnouz. Ele é autor do excelente A Vida Invisível, premiado em Cannes em 2019.

* O filme curta Extraña Forma de Vida, de Pedro Almodóvar, está causando furor na Croisette com a história de amor no faroeste entre um rancheiro e um xerife. Atores, o jovem Pedro Pascal e Ethan Hawke. Para alguns críticos o aclamado curta seria um novo O Segredo de Brokeback Mountain.

. Uma das mais combativas feministas do cinema europeu, a atriz e diretora Maïwenn LoBesco convidou Johnny Depp para estrelar o seu Jeanne Du Barry interpretando Luís XV nessa história da trajetória da mitológica madame Du Barry, um dos imensos personagens da sua é poca. Foi o filme de abertura de Cannes este ano.

* Na Semana da Crítica concorre à premiação mais um filme brasileiro, Levante, da diretora Lilah Halla, co-produção com o Uruguai e a França.

 * E na abertura do festival, a celebração de mais uma obra prima do japonês Hirokazu Kore-Eda competindo pela segunda vez pelo premio principal com Monster. Um filme ousado do já vencedor da Palma, em 2018, com o clássico Assunto de Família.

* Lançado há quatro meses, o livro Arrabalde – em busca da Amazônia, de João Moreira Salles, ainda se posiciona nas principais prateleiras das livrarias, no Rio de Janeiro. Apresenta um panorama completo do bioma brasileiro através de relatos, entrevistas e pesquisas em defesa da maior floresta tropical do mundo. O autor passou seis meses no Pará e faz uma contundente defesa do nosso maior patrimônio ambiental, um ensaio sobre o seu presente e suas possibilidades de futuro. Leitura necessária. Editora Cia das Letras.

* Junho e julho com atraente programação da série de concertos à luz de velas, o Candlelight, em diversos locais no Rio de Janeiro. Entre as grandes atrações: Ballet – O melhor de Tchaikovsky,  25 deste mês e 13 de julho no teatro XP; Tributo ao grupo Queen, dia 01 de junho, no Solar Real; Bach e Beethoven, 04 de junho na Igreja de São Francisco da Penitência e Beatles X Stones, dia 03 de julho, também no Solar Real.

* Atenção para o programa da Escola de Sociologia e Política, em Vila Buarque, da próxima segunda-feira, dia 22, que irá até o dia 25 com temas de expressa atualidade. Entre eles, o PL das fake news e seus impactos; Estado, Desenvolvimento e Democracia etc. Os palestrantes, Deputado Orlando Silva, Luiz Gonzaga Belluzzo, Josué Gomes da Silva, vice-presidente Geraldo Alckmin, Paulo Nogueira Batista Junior, Isabela Kalil, Gilberto Maringoni, entre outros. Na Rua General Jardim, 522. A entrada é gratuita.

* O elogiado documentário Elis & Tom, Só Tinha de Ser Com Você está no Marché du Film do Festival de Cinema de Cannes deste ano. Dirigido por Roberto de Oliveira, foi mostrado com grande sucesso no Festival do Rio de 2022 e na 46ª. Mostra Internacional de Cinema de São Paulo onde recebeu o prêmio da crítica de Melhor Filme brasileiro. A produção, que mostra os bastidores das gravações, em 1974, de um dos mais importantes álbuns da história da nossa música, chega aos nossos cinemas  daqui a pouco, no segundo semestre deste ano.

Veja Também:  Problemas de saúde mental se agravam entre as mulheres afegãs

 * Acaba de sair o livro coletivo, Mediações Transnacionais e imprensa estrangeira publicada no Brasil, com a participação de membros da rede Transfopress Brasil. (Editora Unesp).

*  A capital peruana recebe até o dia 24 deste mês o Festival de Cinema Brasileiro com 12 longas, romances, dramas, biografias, comédias, animação e documentários. Na abertura, o filme Medida Provisória, estréia na direção do ator Lázaro Ramos, drama ambientado em um futuro distópico quando o governo brasileiro decreta uma medida provisória relacionada ao passado escravocrata. Outros filmes exibidos em Lima: O Rio do Desejo, Piedade e Pureza.

* Atenção para os filmes nacionais apresentados na mostra Un Certain Regard, de Cannes, onde serão exibidas as coproduções Os Delinquentes, de Rodrigo Moreno, e A Flor do Buriti, de Renée Nader Messora e João Salaviza. Na mostra Special Screening será a vez de Retratos Fantasmas, o novo filme de Kléber Mendonça Filho.

* Duas novelas registram os 75 anos da Nakba (a catástrofe), dia  14 maio de 1948, data da expulsão de milhares de centenas de palestinos de suas casas. As duas são de Ghassan Kanafani. Homens ao sol, tradução de Safa Jubran, história de três palestinos expropriados de suas terras, casas e bens, e a sua dramática travessia através do deserto cruzando o Iraque. E Uum Saad, tradução de Michel Sleiman, com a saga da personagem  símbolo da resistência palestina.  Umm Saad passa a viver em um campo de refugiados em Beirute e acompanha a transformação do filho, Saad, em fedayin; aquele que pode morrer pela liberdade doe seu povo.

* Mais um programa para cinéfilos: mostra gratuita, na Cinemateca Brasileira (SP), até 28 deste mês, de filmes do Cinema Novo Britânico com produções de Lindsay Anderson, Ken Loach, Tony Richardson e Joseph Losey. O clássico O Mundo Fabuloso de Billy Liar, de John Schlesinger, será apresentado ao ar livre. Paralelo, o curso gratuito sobre Cinema Britânico ministrado aos sábados e domingos pela professora da USP Cecília Mello Antakly. (inscrições aqui)

* Outro ótimo programa: o Cine Cult da TV Cultura exibe no próximo domingo, dia 21, o filme Acima das Nuvens, de Olivier Assayas, com Juliette Binoche, Kristen Stewart e Chloë Grace Moretz. É a estréia do ciclo Cinema Francês, às 22h30, com sessões nos próximos domingos.

* Hoje, dia 19, lançamento do livro Economia para Transformação Social – Pequeno Manual para mudar o mundo, de Juliane Furo e Pedro Rossi, os dois professores da Unicamp (Ed. Autonomia Literária). É o resultado do curso de ensino à distância que reuniu milhares de pessoas, em 2021, durante a pandemia, promovido pela Fundação Perseu Abramo. Ilustrações da Gazetinha da Guanabara.

* Para toda uma geração que conheceu e aplaudiu o inesquecível trabalho teatral do Tablado, no Rio de Janeiro, o grande programa é assistir ao documentário O Tablado e Maria Clara Machado, de Creuza Gravina, no Reserva Cultural, em São Paulo. Diariamente às 15 hs exceto sábado, dia 20.

* O filme é uma lembrança afetuosa de Maria Clara, filha de Aníbal Machado, atriz, escritora, dramaturga, autora de peças infantis clássicas  e fundadora do Teatro O Tablado, a escola de teatro do Rio de Janeiro, no bairro do Jardim Botânico, onde se formaram mais de cinco mil profissionais em artes cênicas.

(L.M.A.R.) As informações acima são fornecidas por editoras, produtoras e exibidoras.

Tagged:

Leave comment